Botão nuclear de Trump é para manter Kim Jong-un com 'os pés na terra'

© REUTERS / Yuri GripasPresidente norte-americano, Donald Trump, durante a entrevista com jornalistas em Camp David, 6 de janeiro de 2018
Presidente norte-americano, Donald Trump, durante a entrevista com jornalistas em Camp David, 6 de janeiro de 2018 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os funcionários norte-americanos estão tentando estabilizar a situação há quase uma semana depois do presidente dos EUA, Donald Trump, ter afirmado em seu Twitter que tem um "botão nuclear" maior do que o do líder norte-coreano, Kim Jong-un.

Uma televisão instalada em uma rua de Tóquio mostra o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, no dia em que Pyongyang lançou um míssil em direção ao Japão - Sputnik Brasil
Imprensa: Kim Jong-un pode estar com saúde debilitada
A embaixadora dos EUA na ONU e o diretor da CIA foram obrigados a se pronunciar em relação ao assunto, argumentando que o objetivo final do presidente norte-americano é evitar a guerra.

"Creio que [Trump] tenha sempre que manter Kim com os pés na terra. É muito importante nunca deixá-lo tornar-se tão arrogante a ponto que ele não perceba a realidade do que aconteceria se começasse uma guerra nuclear", assegurou a diplomata Nikki Haley na entrevista ao canal ABC.

"Queremos sempre recordar [os líderes norte-coreanos] que também podemos destruí-los", acrescentou Haley.

Por sua vez, o diretor da CIA, Mike Pompeo, sublinhou em outra entrevista ao canal Fox News que "esse tweet é muito consistente com a política norte-americana" de desnuclearização da península coreana. Ele acrescentou que a administração está pronta para fazer o que for necessário para assegurar que os cidadãos norte-americanos não se expõem ao risco de que Kim Jong-un tenha as armas nucleares.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала