Militares ucranianos usam trégua para fortalecer suas posições, diz Lugansk

© AP Photo / Evgeniy MaloletkaMilitares ucranianos perto dos tanques na cidade de Avdeevka, no Leste do país, 2 de fevereiro de 2017
Militares ucranianos perto dos tanques na cidade de Avdeevka, no Leste do país, 2 de fevereiro de 2017 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os militares ucranianos usam a trégua anunciada para fortalecer as suas posições perto da linha de contato em Donbass, disse neste sábado (6) o chefe interino da direção da Milícia Popular da autoproclamada República Popular de Lugansk, Mikhail Filiponenko.

O grupo de contato para a resolução pacífica do conflito em Donbass acordou anteriormente um regime de cessar-fogo por ocasião das festas do fim de ano a partir de 23 de dezembro. Os lados já se acusaram um ao outro de violação da trégua.

"Usando a 'a trégua do Ano Novo' o adversário continua aumentando as fortificações, forças e meios ao longo da linha de contato", disse Filiponenko.

Militares dos EUA participam da parada militar em comemoração da independência da Ucrânia - Sputnik Brasil
Pentágono: o papel e o contingente de militares dos EUA na Ucrânia será o mesmo em 2018
Segundo os dados da Milícia Popular, perto do povoado de Krymskoe, controlado pelos militares ucranianos, os efetivos da 2ª companhia do 15º batalhão da 58ª brigada das Forças Armadas da Ucrânia estão realizando trabalhos de engenharia para equipar e reforçar novas posições.

Em abril de 2014, a Ucrânia iniciou uma operação militar nas províncias orientais de Donetsk e Lugansk, onde foram proclamadas repúblicas populares em resposta ao golpe de Estado que ocorreu em Kiev em fevereiro do mesmo ano. Segundo estimativas da ONU, desde o início da crise, as hostilidades resultaram em mais de 10 mil mortes.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала