Netanyahu: israelenses e iranianos podem ser amigos depois da queda do governo de Teerã

© REUTERS / Thomas CoexBenjamin Netanyahu, premiê de Israel
Benjamin Netanyahu, premiê de Israel - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os povos de Israel e do Irã poderão ser "grandes amigos" mais uma vez, após a mudança do atual governo de Teerã, disse o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, comentando os protestos antigovernamentais no Irã.

Os protestos no Irã, nos finais de dezembro de 2017 - Sputnik Brasil
Irã: interferência externa é inaceitável, diz Ministério das Relações Exteriores da Rússia
No início do dia, o presidente iraniano, Hassan Rouhani, declarou que os "inimigos" do país estavam "insatisfeitos com a glória, o sucesso e o progresso da nação iraniana e prometeram introduzir os problemas regionais no Irã".

"Este regime tenta desesperadamente semear o ódio entre nós, mas eles não terão sucesso. E quando esse regime finalmente cair, e um dia isso acontecerá, os iranianos e israelenses serão excelentes amigos mais uma vez. Desejo o sucesso ao povo iraniano em sua nobre missão pela liberdade", disse Netanyahu em uma mensagem em vídeo, publicada no Twitter.

Netanyahu classificou de "ridículas" as acusações de envolvimento de Israel nos tumultos no Irã. 

طالبة جامعية في مظاهرة داخل جامعة طهران وقت إلقاء قنبلة دخان من قبل الشرطة الإيرانية لمكافحة الشغب - Sputnik Brasil
Irã: terceiro dia de protestos antigoverno (VÍDEO)
"Eu ouvi hoje a afirmação do presidente iraniano, Rouhani, de que Israel está por trás dos protestos no Irã. Isso, além de falso, é ridículo… Iranianos estão ocupando as ruas corajosamente. Eles buscam por liberdade. Eles buscam a justiça. Eles desejam as liberdades básicas que foram negadas a eles durante décadas", ressaltou o primeiro-ministro israelense.

Manifestações aconteceram em diversas cidades importantes no Irã, incluindo Teerã, Mashhad, Isfahan e Rasht, em 28 de dezembro de 2017. Desde então, a população tem ocupado as ruas diariamente para protestar contra o desemprego, a pobreza e o aumento do custo de vida.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала