Coalizão internacional admitiu estar treinando combatentes da oposição síria

© AP Photo / Hammurabi's Justice NewsMilitares americanos e rebeldes do Maghaweer al-Thawra, apoiado pelos EUA, em Al Tanf, no sul da Síria
Militares americanos e rebeldes do Maghaweer al-Thawra, apoiado pelos EUA, em Al Tanf, no sul da Síria - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os representantes da coalizão internacional liderada pelos EUA declararam que ajudarão a treinar as forças de segurança no Iraque, bem como os combatentes da oposição síria.

Forças dos EUA na Síria (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Especialista: EUA não deixarão a Síria facilmente
"A coalizão vai desenvolver programas de treinamento, que até o momento já foram implementadas e que já treinaram mais de 126,5 mil iraquianos e mais de 12,5 mil sírios", informou um comunicado da coalizão militar. 

A nota destaca que os combatentes do Daesh ainda são uma ameaça para a região.

Além disso, a coalizão defendeu mais apoio à população da Síria e do Iraque.

"Convocamos os governos de diferentes países, bem como as organizações não governamentais, a atender o chamado dos povos iraquiano e sírio, criando condições para evitar o retorno dos extremistas", alerta o documento.

Mais cedo, o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, declarou que as forças norte-americanas devem deixar o território da Síria após a completa eliminação dos terroristas no país.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала