'Helicóptero inglês nos procurava': que realmente aconteceu com submarino San Juan?

Nos siga noTelegram
A irmã de um dos 44 tripulantes do submarino argentino desparecido revelou o texto da última mensagem recebida através do WhatsApp do seu irmão antes do desaparecimento do navio, o que pode ajudar a investigação.

Desenho do submarino argentino ARA San Juan na bandeira nacional da Argentina - Sputnik Brasil
'Destruído em 40 milissegundos': nova hipótese sobre destino do submarino San Juan
Roberto Daniel Medina, um dos 44 tripulantes do submarino argentino San Juan que desapareceu em 15 de novembro enviou a mensagem para a sua família em que dizia que o submarino era procurado por um helicóptero do Reino Unido e um navio chileno, informa La Gaceta.

"Na segunda (13) um helicóptero inglês e antes disso os chilenos estavam à nossa procura. Há muita coisa em movimento", diz o texto da mensagem enviado por ele para a sua irmã, que não pensava que "iria desaparecer dali a 10 dias".

"Acho que não somos a única família que tem algo assim, acho que há muitos. A juíza Marta Yanez terá que investigar", afirmou a mulher, explicando que o seu irmão contava que tudo isso aconteceu perto das Malvinas, a área disputada entre Argentina e o Reino Unido. 

© AP Photo / Vicente RoblesImagem do desaparecido submarino argentino San Juan
Imagem do desaparecido submarino argentino San Juan  - Sputnik Brasil
Imagem do desaparecido submarino argentino San Juan

No entanto, o porta-voz da Marinha Enrique Balbi descartou um possível ataque estrangeiro: "Foi em 4 de novembro, são os dias que correspondem à entrada em Ushuaia e, por isso, o contato de WhatsApp".

O porta-voz sublinhou que "o canal de Beagle possui águas partilhadas com o Chile" e que "é uma área de operações permanentes de helicópteros chilenos", afirmando que não fica claro se era um helicóptero inglês ou não.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала