Argentina abandona busca por sobreviventes de submarino desaparecido

© REUTERS / Magali CervantesOficial da Marinha dos EUA ajuda a buscar o submarino ARA San Juan
Oficial da Marinha dos EUA ajuda a buscar o submarino ARA San Juan - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Marinha da Argentina afirmou em coletiva de imprensa nesta quinta-feira (30) que as buscas por sobreviventes do submarino ARA San Juan, desaparecido desde 15 de novembro, estão encerradas.

"Aumentamos [as buscas] para mais do que o dobro de dias que determinam as possibilidades de resgate da dotação [tripulação]. Apesar da magnitude dos esforços realizados, não foi possível localizar o submarino", afirmou o porta-voz da Marinha da Argentina, Enrique Balbi.

Submarino San Juan - Sputnik Brasil
Familiar denuncia superlotação em submarino argentino desaparecido
A busca pela embarcação, entretanto, continuará, mas a busca por sobreviventes foi considerada encerrada. 

O ARA San Juan foi construído na Alemanha e partiu em 8 de novembro do porto de Ushuaia a caminho de Mar del Plata com uma tripulação de 44 pessoas. No mesmo dia de seu desaparecimento, uma provável explosão foi registrada na área próxima de onde o último contato foi feito.

Em sua última mensagem, a tripulação do ARA San Juan relatou a existência de um incêndio no sistema de baterias e a entrada de água. 

Uma série de países, como Brasil, Rússia e Estados Unidos, se juntaram à Argentina nas buscas pelo submarino, mas até o momento não foi possível localizar a embarcação. Segundo a Marinha da Argentina, fazem parte da operação de busca 28 barcos de 18 países e 4 mil militares argentinos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала