Rússia bate recorde em produção inovadora

© Sputnik / Evgenia Novozhenina / Abrir o banco de imagensCentro Internacional de Negócios de Moscou Moscow City, Rússia
Centro Internacional de Negócios de Moscou Moscow City, Rússia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Durante 2016, a indústria russa conseguiu produzir uma quantidade recorde de produtos inovadores. Segundo os cálculos do Instituto de Estatística da Escola Superior de Economia, o valor da produção de bens e serviços estima-se em 3,7 bilhões de rublos (R$ 204 milhões).

A cifra alcançada representa um valor máximo desde 1995, quando começaram a registrar-se esses dados. As indústrias líderes são a petroleira, a automobilística e a metalurgia, com o peso respectivo de 29%, 9,7% e 8% no volume total, informou o estudo citado pela revista russa Expert.

Exibição de veículos em Moscou (imagem ilustrativa) - Sputnik Brasil
Rússia apresentará seu primeiro veículo controlado pela força do pensamento (FOTOS)
Os analistas do Instituto de Estatística afirmaram que alguns países europeus superam a Rússia nesse campo. Por exemplo, o Reino Unido continua liderando no que se refere à taxa de crescimento de produção inovadora.

Um dos maiores impulsos para a inovação russa foi a impossibilidade de importação de alguns produtos como consequência das sanções antirrussas, disse a economista Nikita Kulikov. O especialista acrescentou que, entre 2013 e 2016, a produção inovadora na Rússia havia caído.

O setor dos combustíveis e da energia da Rússia é um dos maiores geradores de investimento, por isso é esse setor que requere mais produção inovadora. Como o setor metalúrgico está orientado para a exportação, também precisa de investimentos em tecnologias inovadoras para manter a competitividade no mercado internacional. Na Rússia, as áreas onde há mais inovação são a maquinaria e a produção de componentes, processamento de metais e automatização industrial – sobretudo a tecnologia robótica aplicada nas indústrias de energia. 

Segundo o representante da empresa russa BellIntegrator, Mikhail Lapin, a indústria russa deve desenvolver sua cooperação com as empresas internacionais para participar dos projetos globais. Ele sublinha que isso permitirá que o país duplique sua produção inovadora nos próximos cinco ou sete anos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала