Justiça alemã dá aval para que grupo de energia produza carvão a partir de floresta antiga

© AP Photo / Roland Weihrauchan activist climbs up a tree at the Hambach forest near Morschenich, Germany. Cologne’s administrative court ruled Friday, Nov. 24, 2017 against a legal complaint brought by the environmental group BUND that wanted to halt the clearance of much of Hambach forest
an activist climbs up a tree at the Hambach forest near Morschenich, Germany. Cologne’s administrative court ruled Friday, Nov. 24, 2017 against a legal complaint brought by the environmental group BUND that wanted to halt the clearance of much of Hambach forest - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Um tribunal administrativo de Colônia recusou uma ação movida pelo grupo ambiental Federação para Ambiente e Conservação da Natureza da Alemanha (BUND na sigla em alemão) que procurava impedir a destruição da floresta Hambach, uma das últimas florestas antigas remanescentes de é gentil na Europa.

Chanceler alemã, Angela Merkel, e presidente dos EUA, Donald Trump - Sputnik Brasil
Merkel liga para Trump e expressa 'desaprovação' após saída do Acordo de Paris
Os ativistas denunciavam que a empresa de energia RWE estava cortando árvores e produzindo "danos irresponsáveis à natureza". A decisão judicial de liberar a prática foi severamente criticada por grupos ambientalistas e a BUND já informou que pretende recorrer da sentença.

"Continuaremos buscando todas as vias legais e políticas para impedir essa mina irresponsável a céu aberto e salvar o que resta da floresta de Hambach", disse um porta-voz da BUND, que acrescentou que a insistência da RWE em explorar a floresta era desnecessária.

A queima de carvão é considerada uma das fontes de energia mais poluentes do mundo e seu uso está em pleno declínio em todo o mundo. A decisão do tribunal vai contra a princípios assumidos pela Alemanha durante a assinatura do Acordo de Paris, que planeja reduzir emissões e confluir esforços pela mitigação dos efeitos do aquecimento global. Não há data para que os recursos contra a RWE sejam julgados e até lá, a atividade carvoeira segue liberada na floresta.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала