Justiça dos EUA força parceira da Sputnik a se registrar como agente estrangeira

© flickr.com / SalticidaeSede do Departamento de Justiça dos Estados Unidos, em Washington, D.C.
Sede do Departamento de Justiça dos Estados Unidos, em Washington, D.C. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Uma empresa parceira da Sputnik nos Estados Unidos, a Reston Translator, foi forçada a se registrar como agente estrangeira, dias depois de o mesmo ocorrer com a rede de TV russa RT.

Embaixador da Rússia nos EUA, Anatoly Antonov - Sputnik Brasil
Embaixador russo: inscrição do RT na lista de agentes estrangeiros é passo hostil dos EUA
Embora a Sputnik, que trabalha com inúmeros parceiros ao redor do mundo, não seja registrada sob a Lei de Registro de Agentes Estrangeiros (FARA) nos EUA nem tenha recebido nenhuma demanda por parte das autoridades norte-americanas para fazê-lo, a Reston, que tem retransmitido programas da agência no país, foi obrigada a agir assim. O registro, de acordo com o Departamento de Justiça dos EUA, foi feito na última quarta-feira, 15. 

Recentemente, a RT America, após muita pressão local, teve que se registrar sob as exigências da FARA, por determinação da Justiça americana, criticada duramente por Moscou. De acordo com o presidente russo, Vladimir Putin, a maneira como a mídia russa vem sendo tratada nos EUA representa um ataque à liberdade de imprensa, o que forçará o seu governo a adotar medidas em resposta, de forma simétrica. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала