Por que continuam caindo convertiplanos dos EUA e voando mísseis da Coreia do Norte?

© AP Photo / Maya AlleruzzoV-22 Osprey
V-22 Osprey - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O espaço aéreo do Japão está cada vez mais perigoso, e não apenas por causa dos testes norte-coreanos. Tóquio também se preocupa com frequentes incidentes de aeronaves militares dos EUA, o que é completamente natural, acredita especialista Vladimir Evseev.

Segundo dados de Tóquio, o número de incidentes aéreos com convertiplanos Osprey norte-americanos supera o nível comum de acidentes da aviação dos EUA. Por essa razão, ainda no fim de setembro, o Ministério da Defesa do Japão solicitou aos norte-americanos que apresentem os indicadores respectivos, de acordo com o secretário de Gabinete do Japão, Yoshihide Suga.

Avião F-35A da Força Aérea do Pacífico dos EUA - Sputnik Brasil
Força aérea mais avançada dos EUA chega ao Japão em meio a tensões nucleares
O secretário acompanhou o pedido com uma nota, afirmando que o número de acontecimentos desagradáveis não deve ser o único critério da segurança de veículos, pois "acidentes podem ser provocados por erros humanos".

O problema da segurança dos convertiplanos norte-americanos há muito tempo permanece sem resolução. Por que o governo japonês decidiu fazer um pedido oficial justamente agora? O analista militar Vladimir Evseev comentou a decisão japonesa à Sputnik Japão, afirmando que ela teria sido influenciada pelo agravamento da situação na península da Coreia.

"O Japão está preocupado com o fato de a Coreia do Norte lançar seus mísseis Hwasong-14 pelo seu território e os EUA não os interceptarem. Por isso, o Japão acredita ter direito de pedir aos norte-americanos que revelem inclusive todas as informações sobre convertiplanos", explicou o analista.

Convertiplano não tripulado VRT30, projetado pela empresa russa Vertolyoty Rossii - Sputnik Brasil
Rússia planeja construir convertiplano elétrico (FOTO)
Isso mostra, segundo ele, que os EUA não conseguem conter de modo eficiente a Coreia do Norte. Apesar do aumento da cooperação militar entre Tóquio e Washington, o Japão começa a entender que seu aliado é simplesmente incapaz de interceptar mísseis de Pyongyang.

"O Japão começa a entender que os norte-americanos simplesmente têm medo de abater mísseis norte-coreanos durante testes, pois, se fracassarem, causaria um grande alvoroço político que prejudicaria seriamente a reputação dos EUA", disse Evseev.

Convertiplanos Osprey norte-americanos é um dos projetos mais escandalosos das Forças Armadas norte-americanas. Enumeras vezes quase foi encerrado e privado de financiamento, mas os planos mudaram.

Os Estados Unidos planejam instalar ao menos dez convertiplanos deste tipo em sua base aérea de Yokota, no Japão. O deslocamento já foi adiado para depois de outubro de 2019. Segundo o Pentágono, eles serão usados em operações secretas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала