Deputado britânico: Brexit pode melhorar laços econômicos com BRICS

© AFP 2022 / Ben StansallGravata com as cores da bandeira britânica
Gravata com as cores da bandeira britânica - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
As discussões não param de soar no palco internacional. Há vários elementos neste processo difícil, desde o pedido do próprio presidente Obama, que apelou a David Cameron para que o Reino Unido não saísse da UE, até às últimas divergências provocadas pelo assassinato da deputada Jo Cox.

Na semana passada surgiu uma petição para o cancelamento do referendo nacional. Mais de 40 mil cidadãos assinaram a petição.

O deputado conservador britânico e ex-ministro do Comércio do Reino Unido Peter Lilley, que acredita que o país deve abandonar a União Europeia para poder desenvolver os laços comerciais com o grupo BRICS, partilhou a sua opinião com a Sputnik.

"Agora que fazemos parte da UE, não podemos negociar nossos próprios acordos comerciais. Se a abandonarmos, poderemos colaborar com países como a China ou a Índia, já que é muito importante para nós termos relações comerciais com as grandes economias emergentes", disse Lilley.

Apoiante do Reino Unido no concurso musical Eurovisão 2016, Estocolmo, Suécia, maio de 2016 - Sputnik Brasil
Brexit seria uma catástrofe simultânea para União Europeia e Rússia?
O legislador afirmou que espera "que o comércio com os BRICS melhore em caso de Brexit" e comentou que "a UE introduz sempre elementos políticos nos seus acordos comerciais".

Os BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) representam juntos 43% da população e 37% do PIB mundial, assim como controlam 17% do comércio pelo todo mundo.

O referendo sobre a permanência do Reino Unido na UE será realizado em 23 de junho. Conforme as pesquisas, o número de apoiantes e de adversários da permanência do Reino Unido na União Europeia é praticamente igual.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала