Homem que matou policial nos arredores de Paris jurou lealdade ao Daesh

© AFP 2022 / MATTHIEU ALEXANDREVeículo da RAID (tropa de elite da polícia francesa) deixa o local da operação em Magnanville, nos arredores de Paris, depois de matar um homem que sequestrou a esposa e o filho de um policial morto a facadas por um homem
Veículo da RAID (tropa de elite da polícia francesa) deixa o local da operação em Magnanville, nos arredores de Paris, depois de matar um homem que sequestrou a esposa e o filho de um policial morto a facadas por um homem - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O homem que sequestrou a esposa e o filho de um policial nos subúrbios de Paris após matar o oficial a facadas, jurou lealdade ao grupo terrorista Daesh, informou a AFP.

Policiais franceses patrulham centro de Paris em 19 de novembro - Sputnik Brasil
Homem faz reféns após matar policial perto de Paris
Segundo informação divulgada pela imprensa francesa, o homem, cuja identidade ainda não foi revelada, atacou o seu vizinho policial, que morreu após tomar uma série de facadas no torço e, em seguida, sequestrou sua esposa e seu filho. O agressor foi morto durante operação policial. No local, a polícia encontrou o corpo da esposa do policial. A criança, de 3 anos, não ficou ferida. 

O presidente da França, François Hollande, declarou que uma reunião foi convocada para a noite desta segunda-feira na presidência, para discutir o acontecido. A imprensa aguarda um pronunciamento do chefe de Estado francês.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала