Leclerc XLR: a resposta francesa ao T-14 russo?

CC BY 2.0 / cgo2 / o tanque modernizado francês Leclerc XLR
o tanque modernizado francês Leclerc XLR - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Primeiras fotos do tanque modernizado francês Leclerc XLR surgiram na Internet. Alguns estão comparando ele com o T-14 russo Armata. Será que são semelhantes?

Durante a exibição internacional EUROSATORY, que será realizada no período de 13 a 16 de junho, os visitantes terão a possibilidade para admirar um modelo de tamanho real do tanque Leclerc XLR, versão modernizada do tanque francês Leclerc.

O tanque T-72 na qualificação da competição de Biatlo de Tanques 2016, na região de Chelyabinsk (Rússia) - Sputnik Brasil
Rússia revela novo tanque para combate urbano inspirado na experiência da guerra síria
Em março de 2015, a agência DGA e a empresa Nexter Systems, o produtor do Leclerc, tinham celebrado um acordo de 300 milhões de euros de fornecimento de 200 tanques Leclerc XLR e 18 veículos de recuperação blindados DCL entre 2020 e 2028 que permitirão ao Leclerc continuar operacional para além de 2040.

De acordo com o construtor, o Leclerc vai ter uma nova arquitetura vetrónica aberta, um sistema rádio do tipo CONTACT, desenvolvido pela empresa THALES, e um sistema de informação e comunicação do tipo Escorpião (SICS) que será fornecido pela empresa Atos.

Novo tanque russo T-14 Armata durante a Parada da Vitória na Praça Vermelha em Moscou, 9 de maio de 2015 - Sputnik Brasil
Surpresa! Novo tanque russo T-14 Armata ‘já é produzido em série’
Se a Nexter não queira mexer no canhão de 120 mm, o fabricante irá adicionar-lhe a nova munição programável. Essa nova munição “120 mm HE M3M” permite adotar diferentes modos, conforme a situação tática, por exemplo, o modo “explosão de ar” (air burst) permitirá detonar uma munição em pleno voo… particularmente eficaz em operações urbanas ou contra insurreição.

Suas capacidades serão expandidas com a adição de torreta T2, controlada remotamente, igual à do Jaguar. Esta torreta, que é produzida pela empresa Renault Trucks Defense, irá incluir uma metralhadora de 7.62 mm. Além disso, o sistema de armas será objeto de uma revisão profunda, que incluirá a atualização dos sistemas de computação, adição de sistema de navegação e GPS e novo interface para o comandante e o artilheiro semelhante ao do Jaguar. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала