Aranhas tornam vila em grande aeróstato na Austrália

© AFP 2022 / JOE KLAMARTeia de aranha em uma varanda em Bratislava, Eslováquia, maio de 2011 (foto de arquivo)
Teia de aranha em uma varanda em Bratislava, Eslováquia, maio de 2011 (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Milhões de aranhas fugiram das inundações causadas pelas chuvas fortes na costa leste da Austrália e teceram uma teia gigante em uma pequena vila.

Uma aranha ‘viúva negra’ - Sputnik Brasil
Nova ameaça para o Iraque: aranhas do Daesh (VÍDEO)
Os residentes da pequena vila de Westbury (na ilha da Tasmânia) podem observar um fenômeno natural muito específico. Fugindo de inundações, milhões de aranhas criaram uma teia gigantesca espalhando uma cobertura branca e transparente sobre as árvores da vila. A vista, que pode dar medo a todos os aracnófobos, é, na verdade, um mecanismo de autodefesa que especialistas chamam de "aeróstato".

"As aranhas sobem para os pontos mais altos, por exemplo, sobre postes, protegendo sua teia e apanhando vento para evitar locais muito húmidos", explicou Graham Milledge, chefe da divisão de um museu da Austrália dedicado às aranhas.

"As pessoas não fazem nenhuma ideia de quantas aranhas vivem ao seu lado porque este fenómeno não lhes agrada", acrescentou. O especialista afirmou que as aranhas não representam uma ameaça para pessoas.

Esta não é a primeira vez que na Austrália acontece este fenômeno de aeróstato. A experiência mostra que, depois de água se retirar, as aranhas se dispersam e regressam à sua vida normal.

O fato de que aranhas mudam o local de sua habitação viajando pelo ar é bem conhecido. Em 2015, uma cidade australiana ficou coberta por estes animais depois de uma chuva de milhões de aranhas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала