O dinheiro fala mais alto: fabricantes alemães se opõem à extensão das sanções antirrussas

© AFP 2022 / DPA/ JAN WOITASEmpregados da BMW na fábrica em Leipzig
Empregados da BMW na fábrica em Leipzig - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
As empresas alemãs de engenharia estão sofrendo enormes perdas devido às sanções antirussas e se opõem fortemente a sua extensão, escreve o jornal DWN.

Bandeiras da Rússia e União Europeia - Sputnik Brasil
Projeto para suspender sanções contra Rússia é apresentado por deputado francês
A Rússia é um dos mercados de exportação mais importantes da Alemanha na área de engenharia. No entanto, as sanções ocidentais contra Moscou têm afetado negativamente as empresas alemãs e vêm provocando críticas generalizadas entre os empresários do país. 

Durante os primeiros nove meses de 2015, as exportações para a Rússia diminuíram 27%, para 3,58 bilhões de euros, informou o DWN.

Em dezembro, as sanções da União Europeia contra a Rússia poderiam ter sido prorrogadas automaticamente. No entanto, as autoridades italianas solicitaram que os Estados membros do bloco debatam a questão em vez de prolongar as sanções automaticamente.

Em caso de prorrogação, as empresas alemãs continuarão a sofrer graves prejuízos, colocando em risco a economia alemã em geral, relata o DWN.

"Neste ano, a Alemanha pode ser capaz de exportar para a Rússia produtos no valor de apenas 5 bilhões de euros. Isso é quase 3 bilhões de euros a menos do que dois anos atrás", escreveu o jornal, citando o chefe da Associação Alemã de Engenharia, Thilo Brodtmann.

Combatentes do grupo terrorista Estado Islâmico no Iraque, cidade de Mosul. 25 de junho de 2014 - Sputnik Brasil
Moscou: prorrogação das sanções antirrussas ajudará Estado Islâmico
As relações entre a Rússia e o Ocidente se deterioraram durante o conflito na Ucrânia, com os países ocidentais acusando a Rússia de um suposto envolvimento na crise. Em julho de 2014, os EUA e a União Europeia impuseram sanções econômicas setoriais contra a Rússia. Em resposta, a Rússia restringiu as importações de alimentos provenientes dos países que aderiram às sanções antirussas.

As sanções de Bruxelas contra a Rússia expiram em 31 de janeiro de 2016. A prorrogação das medidas restritivas serão discutidas pelos líderes dos Estados membros do bloco no Conselho Europeu, entre os dias 17 e 18 de dezembro.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала