Anonymous começa guerra contra Estado Islâmico e terroristas fogem da Internet

© flickr.com / Mattia Notari - FotoHomem usa uma máscara de Guy Fawkes, símbolo do grupo de hackers Anonymous
Homem usa uma máscara de Guy Fawkes, símbolo do grupo de hackers Anonymous - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Anonymous publicou uma lista de 900 perfis no Twitter ligados ao Estado Islâmico. Todos saíram do ar logo após a divulgação. A revelação aconteceu após o lançamento de um vídeo do grupo hacker ameaçando os jihadistas com uma guerra. No entanto, um ativista cibernético afirmou com exclusividade à Sputnik que seu conteúdo é falso.

Ele confirmou a suspeita do jornal La Tribune, que questionou o vídeo. Imagens verdadeiras do Anonymous Operations France foram divulgadas (veja a seguir).

Em um tweet recente, o grupo hacker afirmou suas intenções, dizendo que quer “unir a humanidade” para ajudar a destruir o Estado Islâmico depois do atentado em Paris, que matou 129 pessoas.

Segundo a RT, o grupo hacker também estaria investigando o ataque terrorista ao Airbus 321 russo. O Anonymous prometeu para breve um filme sobre o atentado que aconteceu sobre a Península do Sinai, no Egito.

Já o site Business Insider publicou que o Estado Islâmico orientou seus militantes como evitar ataques cibernéticos. Entre outras instruções, estão a proibição de se abrir links de remetentes desconhecidos e não se comunicar com estranhos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала