Coreia do Sul aposta na economia russa

© flickr.com / Republic of KoreaBandeira da Coreia do Sul
Bandeira da Coreia do Sul - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Coreia do Sul manifesta disponibilidade para reforçar as relações bilaterais com a Rússia quanto ao desenvolvimento econômico do Extremo Oriente russo, disse ministro sul-coreano.

"O potencial de cooperação entre a Rússia e Coreia do Sul não está aproveitado", sublinhou o ministro sul-coreano do Comércio, Indústria e Energia Yoon Sang-jick no Fórum Econômico do Oriente, acrescentando que "agora é o momento de unir esforços", necessários para dar um impulso a ambas as economias russa e sul-coreana.

Preparativos para a cerimônia de abertura do Fórum Econômico do Oriente na cidade de Vladivostok - Sputnik Brasil
Putin apresenta novos mecanismos para desenvolver Extremo Oriente
O ministro assinalou que a criação de um porto em regime livre na cidade russa de Vladivostok no Extremo Oriente, onde o Fórum Econômico do Oriente finalizado hoje (5), poderia acelerar o envolvimento de empresários sul-coreanos na região.

"As empresas dos dois países podem construir os futuros motores de crescimento das duas economias e, se juntarmos as forças, poderemos alcançar grande sucesso", disse Yoon Sang-jick no último dia do Fórum Econômico do Oriente.

Na sexta-feira, o presidente russo Vladimir Putin propôs o alargamento do regime de porto franco da cidade de Vladivostok a outras cidades da região.

A Rússia considera o desenvolvimento do Extremo Oriente uma das suas prioridades nacionais. 

Em 13 de julho, Putin assinou uma lei que estabelece o porto franco de Vladivostok. De acordo com o presidente russo, ele deverá se tornar um mecanismo flexível para investir na parte oriental da Rússia.

Num porto franco se pode realizar a importação e exportação de bens com isenção de impostos; o porto não é incluído no regime aduaneiro da região.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала