Cuba reabre embaixada nos EUA após 54 anos

© REUTERS / Gary Cameron Bandeira de Cuba na reabertura da embaixada do país em Washington, EUA
Bandeira de Cuba na reabertura da embaixada do país em Washington, EUA - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Cuba reabriu, nesta segunda-feira, sua embaixada em Washington depois de 54 anos sem relações diplomáticas com os Estados Unidos.

Hongqi-2 - Sputnik Brasil
Armas nucleares da China em Cuba: rumores que podem se tornar realidade
"Com a reabertura de embaixadas, termina a primeira etapa da normalização das relações entre os países", declarou o ministro de Relações Exteriores de Cuba, Bruno Rodríguez Parrilla.

O chanceler, que presidiu a cerimônia solene em Washington, foi acompanhado por uma delegação oficial de 35 integrantes que incluiu parlamentares, diplomatas, empresários, dirigentes sindicais, professores e pessoas ligadas a setores culturais.

Com a inauguração da embaixada diante de mais de 500 convidados, estão restabelecidas oficialmente as relações diplomáticas entre Havana e Washington. É o fim da primeira etapa da normalização anunciada em 17 de dezembro de 2014, em discursos simultâneos dos presidentes Raúl Castro e Barack Obama.

Rodríguez Parrilla expressou seu reconhecimento a Obama por facilitar o processo e pedir ao Congresso americano que suspendesse o embargo à ilha.

Raúl Castro e Barack Obama - Sputnik Brasil
Reaproximação à norte-americana: toma Cuba, muda governo
"Só a eliminação do bloqueio econômico e financeiro, que tanto dano e sofrimento causou a nosso povo, a devolução do território de Guantánamo e o respeito à soberania de Cuba darão sentido ao feito histórico que presenciamos hoje", afirmou o ministro.

O chanceler cubano também afirmou que o processo de aproximação é um "grande desafio" porque "nunca houve relações normais entre EUA e Cuba."

Ainda assim, Rodríguez Parrilla ratificou a vontade de Havana de avançar "com vontade construtiva", mas, ressaltou, "sem minar nossa independência."

O ministro de Relações Exteriores de Cuba deve se reunir ainda nesta segunda-feira com o secretário de Estado americano, John Kerry.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала