Encontro do Eurogrupo sobre a Grécia termina sem acordo

Nos siga noTelegram
As negociações dos ministros das Finanças da UE sobre a crise da dívida grega terminaram sem resultado.

"A reunião urgente dos ministros das Finanças da UE sobre a dívida grega não teve sucesso porque o grupo não chegou a um acordo comum", disse o ministro das Finanças da Finlândia Alexander Stubb.

O Eurogrupo deve realizar outra sessão sobre a resolução da crise da dívida grega em Bruxelas na quinta-feira.

A reunião atual foi convocada na semana passada pelo presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, após as negociações entre a Grécia e seus credores internacionais terem falhado.

As negociações em curso marcam mais uma tentativa de chegar a um novo acordo sobre a redução da dívida de Atenas antes do programa de resgate atual expirar em 30 de junho. 

Bandeiras da Grécia e símbolo do euro. - Sputnik Brasil
Deputado grego: saída da zona do euro fará mal à Europa, não à Grécia

A dívida total da Grécia atinge 350 bilhões de dólares americanos. 

Enquanto isso, uma onda das manifestações em apoio à Grécia se estendeu por vários países da Europa.

Milhares de manifestantes saíram às ruas em Bruxelas no domingo, ao mesmo tempo em que centenas de manifestantes lotaram as ruas de Amsterdam, mostrando solidariedade com a Grécia. Manifestações idênticas aconteceram na França, Itália, Alemanha e Reino Unido. Os manifestantes dizem que o sector financeiro tem de assumir a responsabilidade pelos danos que causou. 

© AFP 2022 / ADAM BERRY / AFP Uma manifestante segura um cartaz dizendo "Fair play (jogo limpo) com a Grécia" durante uma manifestação em apoio à Grécia em Berlim.
Uma manifestante segura um cartaz dizendo Fair play (jogo limpo) com a Grécia durante uma manifestação em apoio à Grécia em Berlim.  - Sputnik Brasil
Uma manifestante segura um cartaz dizendo "Fair play (jogo limpo) com a Grécia" durante uma manifestação em apoio à Grécia em Berlim.

"Esta crise foi causada pelo sector financeiro e não pelo povo grego." Os gregos também protestam primeiramente contra as medidas da austeridade.

"A austeridade não está funcionando, reduz os rendimentos dos pobres em nome do reembolso aos credores, que continuam a enriquecer."

Carregando cartazes com os slogans "O povo não será chantageado" e "O país não está à venda", milhares de manifestantes saíram à rua em frente do parlamento grego.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала