Banco de Desenvolvimento dos BRICS não vai competir com instituições financeiras globais

© Sputnik / Alexei Danichev / Abrir o banco de imagensO presidente russo, Vladimir Putin, durante discurso no Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo
O presidente russo, Vladimir Putin, durante discurso no Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente russo Vladimir Putin disse, que o Banco de Desenvolvimento dos BRICS não foi criado para competir com as instituições financeiras globais, relata a agência indiana IANS.

Bandeiras dos BRICS - Sputnik Brasil
Exclusiva: “O Banco BRICS não é Banco Mundial ou FMI; temos que mostrar a diferença”
Segundo a agência, o presidente russo disse numa reunião em São Petersburgo com os chefes de agências de notícias estrangeiras, que o banco dos BRICS, com um capital autorizado de 100 bilhões de dólares, não irá competir com as organizações financeiras internacionais. De acordo com Putin, o propósito de sua criação não foi a substituição da estrutura financeira global atual, mas sim o seu complemento.

Ao mesmo tempo, de acordo com a agência, Putin sublinhou que todos os países do BRICS têm boas relações com o Banco Mundial (BM) e o Fundo Monetário Internacional (FMI).

"Eles [o Banco Mundial e o FMI] manifestaram seu interesse em ajudar a Rússia e os países [dos BRICS] em desenvolvimento", informa agência, citando Putin.

Paulo Nogueira Batista Junior. - Sputnik Brasil
Brasileiro vice-presidente do banco dos BRICS revela detalhes da instituição
Mais cedo, Paulo Nogueira Batista Junior, diretor-executivo do Fundo Monetário Internacional, disse em entrevista à Sputnik que as novas entidades dos BRICS (o Acordo Contingente de Reservas e o Novo Banco de Desenvolvimento) não estão sendo criadas contra ninguém. 

"Ao contrário, elas estão sendo expressamente negociadas para poder cooperar, se necessário, e atuar em conjunto, se possível, com as entidades existentes. Eu vejo muito bem, por exemplo, que o Novo Banco de Desenvolvimento poderá, num futuro não muito distante, estabelecer mecanismos até formais de cooperação com o Banco Mundial, com o Banco Asiático de Desenvolvimento, com o BNDES, por exemplo, já conversei a respeito com o Luciano Coutinho, presidente do BNDES, a título preliminar", disse.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала