Justiça dos EUA acusa formalmente o jovem responsável pela morte de nove pessoas em igreja

© REUTERS / Facebook profile pictureDylann Roof is pictured in this undated photo taken from his Facebook account. Roof is suspected of fatally shooting nine people at a historically black South Carolina church in Charleston on June 18, 2015
Dylann Roof is pictured in this undated photo taken from his Facebook account. Roof is suspected of fatally shooting nine people at a historically black South Carolina church in Charleston on June 18, 2015 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O jovem Dylann Roof participou nesta sexta-feira (19) de uma videoconferência com um juiz de uma corte nos Estados Unidos. O recurso foi usado para que ele não precisasse deixar a cadeia onde está desde que foi preso na quinta-feira (18), em Charleston, na Carolina do Sul.

Tiroteio em igreja africana em Charleston, EUA - Sputnik Brasil
Tiroteio em igreja mata nove pessoas em Charleston, EUA
O acusado de matar nove pessoas em uma igreja histórica de uma congregação de negros americanos deu apenas respostas curtas ao magistrado James Gosnell. Dylann Roof confirmou nome, endereço e que estava desempregado. Ele ouviu, de cabeça baixa, parentes de vítimas que puderam falar na audiência.

O juíz James Gosnell afirmou que o assassinato de nove pessoas é inafiançável. Dylann Roof foi acusado também de uso de arma de fogo, cuja fiança custaria US$ 1 milhão. A imprensa norte-americana noticiou que o jovem confessou o crime na cadeia e que o ataque foi para começar uma guerra de raças, informou Agência Brasil.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала