Não pagamento da dívida ucraniana com a Rússia será inadimplência, diz vice-ministro

© Sputnik / Alexandr Demyanchuk / Abrir o banco de imagensMoedas nacionais da Rússia e da Ucrânia
Moedas nacionais da Rússia e da Ucrânia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O ministro das finanças da Rússia, Sergei Storchak, declarou que se Kiev falha em realizar o próximo pagamento da dívida com Moscou no dia 22 de junho, a Ucrânia vai entrar em um estado de inadimplência.

A Rússia comprou títulos soberanos ucranianos no valor de 3 bilhões de dólares no final de 2013. O prazo para o próximo cupom de pagamento de 75 milhões de dólares está definido para 20 de junho.

O primeiro-ministro da Ucrânia Arseny Yatsenyuk chega para a reunião do Conselho de Segurança em Kiev 4 de novembro de 2014 - Sputnik Brasil
Parlamento da Ucrânia autoriza o calote da dívida externa do país
"20 de junho é um sábado, assim, é provável que o pagamento venha na segunda-feira, 22 de junho. A falta do pagamento significaria inadimplência", disse Storchak em uma entrevista à televisão russa.

Em função das restrições orçamentais e falta de acesso aos mercados de capitais, a Rússia "tem de insistir para que o devedor esteja em total conformidade com as suas obrigações", disse ele, observando, porém, que não fazer o pagamento dentro do prazo não é do interesse da Ucrânia como um devedor soberano.

"Por isso, acredito que o pagamento será feito", afirmou o vice-ministro. 

Rússia e Ucrânia - Sputnik Brasil
Rússia: Falta de pagamento de dívida por Ucrânia não afetará economia russa
De acordo com Storchak, os devedores ucranianos devem aos bancos russos um total 25-26 bilhões de dólares. 

No final de maio, o presidente ucraniano, Pyotr Poroshenko, assinou uma lei permitindo que a Ucrânia imponha uma moratória sobre o pagamento da sua dívida externa pelo menos até julho de 2016. 

Kiev recebeu vários pacotes de ajuda de instituições financeiras internacionais, incluindo do FMI, que se comprometeu a transferir US$ 17,5 bilhões para o país ao longo dos próximos quatro anos, sendo que a primeira parcela de US$ 5 bilhões já foi recebida.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала