Lavrov: não apoiamos a política de "quintal"

© Sputnik / Maksim Blinov / Abrir o banco de imagensChanceleres da Rússia e El Salvador Sergei Lavrov e Hugo Martínez
Chanceleres da Rússia e El Salvador Sergei Lavrov e Hugo Martínez - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O chanceler russo Sergei Lavrov desmentiu que o fortalecimento das relações entre a Rússia e a América Latina seja uma resposta ao aumento da presença dos EUA na Europa de Leste.

O ministro das Relações Exteriores russo disse em entrevista coletiva após a reunião com o seu colega de Salvador, Hugo Martínez, na terça-feira (9) em Moscou:

“No que toca às nossas relações com a América Latina, se o fortalecimento destas relações tem algo a ver com a posição ativa dos EUA no território da CEI, eu gostaria de dizer o seguinte: nós não apoiamos a política de "quintal" e o nosso discurso não usa a mesma lógica. Nunca nos isolamos de ninguém e nunca proibimos outros de serem amigos de alguém”.

Segundo o chanceler russo, “o mais importante é que os países que chegam à região ajam de forma transparente, com base nas normas geralmente aceites da lei internacional e na prática geralmente aceite de comunicação interestatal, e que não ajam contra os interesses legais de ninguém nas regiões correspondentes, inclusive contra os interesses da Federação da Rússia”.

Российско-сальвадорские переговоры на уровне глав внешнеполитических ведомств в Москве

Posted by Мария Захарова on 9 Июнь 2015 г.

Além disso, Lavrov comentou que, se os EUA desejam retomar a cooperação com a Rússia na área militar, basta encaminharem um pedido oficial.
Atualmente, a cooperação neste setor permanece suspensa após a iniciativa que partiu dos Estados Unidos, frisou o chanceler da Rússia:

Entrevista de Lavrov - Sputnik Brasil
Lavrov: retórica militarista dos EUA é contraproducente
“Se tiverem tal desejo, podem enviar através do procedimento oficial, nós estamos prontos para considerar construtivamente estas propostas, mas não fomos nós quem suspendeu os contatos”.

A própria Rússia, no entanto, apresentou as suas perguntas concretas aos EUA sobre o objetivo e o destino do seu sistema de defesa antimíssil – que, aliás, contradiz as regras do  Tratado de Liquidação de Mísseis de Médio e Curto Alcance. E a Rússia não pretende “estragar” este documento, disse Lavrov.

O chanceler russo também sublinhou que os EUA têm quase três vezes mais embaixadas nos países da CEI do que a Rússia:

“Não temos a intenção de competir com ninguém, construímos as relações abertamente e esperamos que os nossos parceiros que chegam de fora do território da CEI respeitem os mesmos princípios”.

O chanceler russo também disse que o acordo sobre o regime de isenção de vistos para os cidadãos da Rússia e El Salvador entrará em vigor em breve. O respectivo acordo foi assinado em março durante a visita de Lavrov à Guatemala.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала