Bélgica investiga espionagem da Alemanha a favor dos EUA

© Sputnik / Maksim Bogodvid / Abrir o banco de imagensInternet.
Internet. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
As autoridades belgas podem abrir uma ação judicial contra a espionagem da Alemanha.

Deputados europeus vão iniciar uma investigação ao Serviço de Inteligência da Alemanha (BND, na sigla em alemão), por suposta espionagem realizada em relação a operadoras de telecomunicação belgas e holandesas, como Belgacom e KPN.

Reunião de cúpula do BRICS na cidade de Fortaleza, em julho de 2014 - Sputnik Brasil
Alternativa russa ao sistema SWIFT vai defender BRICS contra espionagem e retaliações
De acordo com os eurodeputados belgas Stefaan Van Hecke e Judith Sargentini, assim como o austríaco Peter Pilz, durante dez anos o BND monitou continuamente as conexões dos internautas europeus.

Há fortes indícios de que se trate de espionagem por procuração, feita a pedido da Agência de Segurança Nacional norte-americana (NSA). A emissora belga RTBF cita Van Hecke que disse que não iria deixar o assunto esquecido:

"É chocante. Vou exigir esclarecimentos sobre estas 15 conexões belgas no Comitê R [grupo parlamentar responsável pelo controle do órgão de inteligência nacional] e interrogar o ministro competente. Não é normal que os Estados europeus façam espionagem uns contra outros. Além disso, pode-se tratar de espionagem económica ordenada pelos serviços de inteligência".

Vários observadores notam que os novos fatos podem minar as relações entre a Bélgica e a Alemanha.

A parte holandesa ainda não reagiu.

A notícia foi tornada pública durante a cúpula do G7, que está ocorrendo na Alemanha. O governo alemão pode publicar em breve os dados sobre a espionagem realizada pelo BND para a NSA. Mas o assunto não foi abordado nas discussões entre os presidentes Angela Merkel e Barack Obama.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала