Snowden explicou por que vigilância total diz respeito a pessoas comuns

Nos siga noTelegram
Edward Snowden, ex-colaborador do serviço de inteligência americana (NSA), explicou durante a videoconferência no formato Q&A no dia 2 de junho por que as pessoas comuns também devem ficar preocupadas com a vigilância total por parte dos serviços secretos estadunidenses.

Durante a videoconferência acompanhada pela Sputnik ele confessou que, muitas vezes, quando se queixava aos amigos da atividade do NSA, eles diziam que não se preocupavam muito porque não tinham nada a esconder. Snowden explicou por que esta lógica é errada. 

Edward Snowden - Sputnik Brasil
Edward Snowden responde a perguntas enviadas pelo público (ÍNTEGRA)
Primeiro ele disse que mesmo que uma informação não seja muito importante para uma certa pessoa num certo momento, isto não significa que não seja valiosa para outros. Além disso, não sabemos como as leis irão mudar no futuro e como o governo poderá usar tudo o que sabe sobre cada cidadão. Snowden utilizou a famosa frase do Cardeal de Richelieu para provar a sua ideia:

“Se me derem seis linhas escritas pelo mais honesto dos homens, encontrarei nelas alguma coisa pela qual ele deva ser enforcado”.

Porém, ironiza ele, hoje o governo tem seis bilhões de linhas. 

Snowden também opina que cada pessoa tem um certo direito por natureza e não tem de provar que precisa deste direito. Pelo contrário, o governo tem de provar que é absolutamente necessário para o bem comum privar as pessoas deste direito. 

"Argumentar que não nos devemos preocupar com a privacidade porque não temos nada a esconder é a mesma coisa que dizer que não me preocupo com a liberdade de expressão porque não tenho nada a dizer. Não me preocupo com a liberdade de imprensa porque não tenho nada a escrever", frisou. 

Direitos humanos não são concedidos pelo Estado, mas sim inerentes aos seres humanos. E quando o governo retira teus direitos, desde este momento é muito difícil recuperá-los. 

“Em vez de sermos parceiros do governo, nos tornamos sujeitos a ele”, opina Snowden.

E desde este momento é difícil voltar ao estado anterior. Não pode haver um movimento revolucionário quando o governo sabe tudo o que as pessoas pensam e dizem. 

Ele manifestou que a privacidade é o fundamento de todos os direitos porque estabelece todas as outras liberdades, como por exemplo, a liberdade de associação, expressão e imprensa.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала